Rabiscando as paredes do Sótão

Rabisco paredes a lápis para que a borracha encontre utilidade quando eu errar.

Altas Horas

sexta-feira, 23 de junho de 2006

Domingo passado fizemos "oficialmente" uma experiência nova no Sótão. Eu digo oficialmente porque de uns tempos para cá, isso já estava acontecendo informalmente.

Por estarmos nos reunindo em uma casa, e por termos uma banda completa incluindo a bateria, temos uma certa limitação em como nos organizarmos fisicamente em uma sala.

Para resolver este problema, e ao mesmo tempo trazer mais dinamismo às reuniões, a inspiração veio do Altas Horas. Sim, do programa de variedades transmitido nas madrugadas de sábado pela Rede Globo, comandado pelo "fala garoto" Serginho Groisman. A idéia foi a de descentralizar o olhar das pessoas, tirando a constante atenção dada ao palco "imaginário" que acabava acontecendo mesmo sem existir realmente, e distribuindo esta atenção em direções diferentes durante a mesma reunião.

Hoje, em um lado da sala retangular nós temos os instrumentos, distribuídas no meio e nas extremidades da sala estão os sofás e cadeiras, e no outro lado da sala fica uma mesa onde nos momentos de ministração a dinâmica da reunião literalmente muda de lado.

Cada vez mais eu enxergo que, como em Atos, a Igreja se torna criativa, dinâmica e orgânica cada vez que encontra dificuldades que impeçam o seu crescimento, seja ele em maturidade ou em número. Méritos sejam dados ao Espírito Santo por isso.

"Fala garoto!" Serginho Groisman