Rabiscando as paredes do Sótão

Rabisco paredes a lápis para que a borracha encontre utilidade quando eu errar.

20 maneiras de matar uma igreja

sábado, 9 de junho de 2007

1. Não venha.
2. Se você vier, venha tarde.
3. Tente fazer muito barulho.
4. Não imagine que os assentos da frente são para você; as pessoas podem te achar convencido.
5. Venha determinado a encontrar a falha.
6. Nem pense em orar pela igreja.
7. Não cante.
8. Não faça parte de qualquer coisa na igreja.
9. Não incentive o pastor, mas queixe-se sobre as falhas do pastor com outros.
10. Visite outras igrejas de tempo em tempo.
11. Se alguém disser uma coisa boa e isto lhe ajudar, não lhes diga, isto vai se tornar vão.
12. Se você vir um desconhecido na congregação, faça-o sentir o mais incomodado possível.
13. Nunca fale das reuniões de adoração a ninguém.
14. Não acredite em missões.
15. Não dê muito por bondade.
16. Deixe o pastor fazer todo o trabalho.
17. Certifique-se de que o pastor carregue a cruz sozinho e você fique livre.
18. Não cumpra seu papel denominacional.
19. Tente mandar na igreja.
20. Se você perceber que tudo está em harmonia, tente fazer algo que produza o máximo de conflito que você puder.

Retirado do blog Mosaic of Life. Traduzido por mim.

A falta de comprometimento pode destruir qualquer plano que depende de um conjunto de pessoas. Procurando por sinônimos de "comprometimento" encontrei obrigação e empenho. Acho que posso deduzir que sem obrigações para com o grupo e sem força de vontade em cumpri-las, não existe compromisso com o todo.

Postado por Seloti às 12:37 PM

Posts Relacionados por Categoria



1 comentários:

Falou muito comigo.
Interessante relembrar: orar pela igreja.

Thiago disse...
quarta-feira, julho 11, 2007 10:25:00 PM  

Postar um comentário